Eu gostaria de…

… ser capaz ainda daquilo que aqui chamam de insouciance. Uma certa inocência, uma certa despreocupação. Mas parece que isso é privilégio de uns tantos jovens. E de uns tantos qua nunca tiveram filhos. E de uns tantos que nunca foram viver em outro país. E de uns tantos que nunca foram traídos. Cada experiência de vida nos marca no seu melhor e no seu pior, quer queiramos ou não. Não existe isso de jogar para debaixo do tapete esperando que o tempo traga esquecimento e indiferença. Existem rios de superfície calma por onde transitam intensas correntezas. Ou o recalcado sempre retorna, se quisermos ser psicanalíticos.

O problema da perda da inocência é que é algo que não se refaz. Como em Matrix, o filme. Uma vez que você escolhe o comprimido vermelho não têm mais volta. Alguns acontecimentos da vida fazem o mesmo com a gente, sem precisar de comprimido algum. A experiência de análise também pode agir assim. Então, para aqueles cuja perspectiva de uma maior consciência de si mesmo possa parecer aterrorizante, nada disso é uma boa idéia. Viver é perigoso. Viver nos aproxima de verdades muitas vezes indesejáveis.

O pior em perder a inocência é o pesar, essa dor profunda e silenciosa que pesa no peito e extravasa em suspiros. Perder a confiança não apenas em uma pessoa, mas nas pessoas em geral. Saber que palavras são fumaça e projetos de vida são certezas que perdemos em um instante. Nada é tão sólido que não possa mudar. Nem o amor não é garantia de nada. O amor é palavra, é fumaça, é rio que corre entre os dedos. Perder a confiança em uma pessoa e no seu amor, perder a confiança nas pessoas e nas garantias que o amor parecia dar. Isso é perder muito. Mas é algo que umas tantas pessoas vivem. Todos os dias. E vivem depois sendo outra pessoa, bem diferente de tudo o que foram até então.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s